ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

ANUNCIANTES JULHO

ANUNCIANTES JULHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Brigas políticas no Piauí já deixaram um morto e pelo menos seis feridos

As conversas em bares e na porta de casa podem virar verdadeiras confusões.

PolíticaRedação Piripiri25 de agosto de 2016 08:54h

Período eleitoral no Piauí é uma época em que muitos eleitores fazem de tudo para defenderem um candidato. As tradicionais conversas em bares e na porta de casa podem virar verdadeiras confusões quando há atrito de opiniões ou dois lados resolvem discutir quem é melhor que o outro. Tem cidade que o simples fato de usar uma roupa que seja da mesma cor usada na campanha de um adversário, já é motivo de confusão. Pior ainda é quando na mesma casa alguém não resolve seguir o mesmo grupo político da família. Já houve casos até de expulsão.
X
by ads
Quando as brigas políticas não passam da barreira das discussões e debates, não há com o que se preocupar. O problema é quando partem para as agressões físicas, ameaças e até assassinato. No Piauí já há uma série de casos em que os posicionamentos políticos partiram para lesões corporais graves e até morte.
Confira a seguir os principais casos que aconteceram no período eleitoral deste ano:
CASOS DE FAMÍLIA
Antes mesmo das convenções, as disputas eleitorais já estavam desenhadas em muitos municípios e as primeiras brigas também. Em abril, na cidade de Miguel Leão, a ex-vereadora Jaqueleide acusou o próprio irmão, Jaílson, que é vice-prefeito, de tê-la espancado por divergências políticas. Jaílson chegou a prestar depoimento na Delegacia da Mulher e negou a agressão, mas confirmou a discussão.
AGRESSÕES ENTRE CANDIDATOS
Que a disputa política entre o prefeito de Curimatá Reidan Kléber e o ex-prefeito Valdecir Júnior é acirrada, todos daquela região já sabem. No mês de junho os dois teriam se agredido fisicamente após uma discussão. Eles teriam saído aos tapas durante a festa de vaqueja em Parnaguá, município vizinho. Durante as agressões o prefeito Reidan Kléber teria saído com a camisa rasgada e o ex-prefeito Valdecir Júnior teria se ferido e teria sido levado ao hospital. Os dois se enfrentam na disputa pela Prefeitura.
BRIGA ENTRE AMIGOS TERMINA EM MORTE
NO dia 6 de agosto, na cidade de Batalha, um homem identificado como Geraldo teria atropelado com um carro, um jovem identificado como Lucídio, que seria seu amigo. Populares informaram que os dois estavam falando sobre política quando houve o desentendimento. Lucídio saiu de motocicleta e o motorista o acompanhou, conseguindo atingi-lo logo em seguida. Com o impacto, a vitima foi lançada por vários metros, vindo a óbito no local pela gravidade dos ferimentos. Já veículo caiu na cavidade do pontilhão e o motorista ficou gravemente ferido, sendo levado às pressas para Teresina.
DUPLA TENTATIVA DE HOMICÍDIO
O radialista Jhony Batista, que é correspondente do 180graus em Guaribas, e sua esposa Edina Santos, foram baleados na manhã do dia 9 de agosto. O crime teria motivação política e os suspeitos estão sendo procurados pela polícia. O prefeito Claudinê Matias, para quem Jhony trabalhava como assessor, afirmou que o crime teve sim motivação política e atribuiu autoria ao grupo adversário, comandado pelo seu tio que é ex-prefeito. As vítimas foram abordadas próximo o local onde Jhony trabalhava. Os atiradores estavam em uma motocicleta, e com os rostos cobertos. O radialista foi alvejado no ombro e nas costelas, e Edina foi atingida com tiros no peito e nos braços.
FOI FAZER CAMPANHA E FOI ESFAQUEADO
O vigilante identificado como Augusto César, 42 anos, foi esfaqueado no último sábado (20/08) no município de Boa Hora antes de uma concentração política do atual prefeito e candidato a reeleição Zé Rezende (PT). Segundo informações de testemunhas, o suspeito de ter desferido os golpes de faca, que é simpatizante do candidato da oposição, teria iniciado uma discussão com o vigilante, resultando no crime.
AGRESSÃO NA CÂMARA DE VEREADORES
O caso mais recente aconteceu no município de Barra D'Alcântara. Um homem identificado como Fransualves acusa o presidente da Câmara, Doninho, que é candidato a vice-prefeito do município, de tê-lo agredido após uma sessão que terminou em discussão política. O homem, que tem deficiência visual em um dos olhos, diz que a agressão aconteceu nas dependências da Câmara. Ele registrou boletim de ocorrência e fez exame de corpo e delito em Teresina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário