ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

ANUNCIANTES JULHO

ANUNCIANTES JULHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

SKEMA 10 SET

SKEMA 10 SET

domingo, 15 de setembro de 2013

Vaiados no CE, cubanos dizem no PI que vieram ajudar, não competir os, 2 de COCAL também chegaram


Dezesseis médicos cubanos e um brasileiro formado em Portugal desembarcaram na noite deste sábado (14) no aeroporto Petrônio Portella em Teresina para atuar no programa Mais Médicos no Piauí. Mais três profissionais devem chegar neste domingo (15). Parte deles estava na comitiva que foi alvo de vaias por jovens médicas contrárias à sua vinda ao Brasil no dia 26 de agosto, em Fortaleza. 

Wilson Filho/CidadeVerde.com


Diplomáticos, os doutores da ilha caribenha, não deram declarações polêmicas e disseram que querem apenas trabalhar. “O sentimento que temos é de solidariedade e amor para ajudar a todo o povo brasileiro”, declarou Zaymara Lopes, em portunhol. “Não podemos falar nada (sobre as vaias) porque são nossos colegas médicos também que podem estar errados em um conceito. Não viemos competir, mas ajudar e dar o melhor de nós para o povo, que tanto precisa, e melhorar os indicadores de saúde”, completou a doutora que deve ir para a cidade de São Miguel do Tapuio.


Ela acrescenta que aprenderam um pouco sobre a colonização e formação do povo brasileiro e nordestino.


Pedro Pablo Iznaga também sustentou o mesmo discurso humanitário. “Viemos ajudar e trabalhar muito pelo povo brasileiro, principalmente aqui no Piauí”, disse, em espanhol. 


O cubano que foi o principal símbolo da revolta dos médicos brasileiros contra os estrangeiros também desembarcou no Piauí. Ele estava indo em direção ao Maranhão, onde irá atuar. “Não estávamos acostumados a esta manifestação. Surpreendeu a todos nós que estávamos ali. Viemos ao Brasil para trabalhar com o povo brasileiro e diminuir os índices de mortalidade. A medicina de cuba vai ajudar diminuir tanto a mortalidade infantil quanto materna”, garantiu. 


O secretário de ações estratégicas e participativas do Ministério da Saúde, Luiz Odorico Andrade, que acompanha a comitiva cubana, explicou que os profissionais estrangeiros vão atuar apenas nas unidades básicas de saúde. “Os médicos de Cuba são funcionários do governo cubano cedidos pela colaboração internacional para o Brasil. De acordo com a Medida Provisória 621 receberão autorização específica do CRM para trabalhar na atenção básica. Não vão estar atuando em hospitais ou com procedimento anestésicos, apenas no Mais Médicos”, assegurou.


Neste domingo (15), chegarão mais três médicas cubanas para atuar no Piauí: Arianna Mallea Garcia, Dayami Garcia Zaldivar e Olivia Rodriguez Gonzalez. Ainda hoje eles devem assistir a um espetáculo no Teatro 4 de Setembro e amanhã (16) vão participar de uma recepção na APPM. Ele só devem ir aos municípios onde vão trabalhar na sexta-feira que vem. 



Confira a lista de médicos cubanos que irão atuar no Piauí:

MIGUEL DIONIZIO DA SILVA - BOCAINA
OLIBER PIÑEIRO VILTRES - ACAUÃ
OMAR DIAZ BARRIOS - BARRAS
OMAR RAMOS VELAZQUEZ - BETANIA DO PIAUI
ONELL TORRES DIAZ - BETANIA DO PIAUI
ORLANDO CASTELLANO ALONSO - CAMPINAS DO PIAUI
OSMAYKI MARTIN JUNCO - COCAL
OSMEL GARCIA OROSCO - CAMPINAS DO PIAUI
OSVALDO AGUILERA AGUILERA - ACAUÃ
OSVALDO SERAPIO PÉREZ MIRANDA - MORRO CABECA NO TEMPO
PEDRO ASDRUBAL RUNA BARBEITO - PIO IX
PEDRO JUAN LOPEZ GONZALEZ - PIO IX
PEDRO LUIS MORALES GOMEZ - ESPERANTINA
PEDRO PABLO IZNAGA FERRER - SAO MIGUEL DO TAPUIO
RAFAEL DE LA CRUZ VAZQUEZ - ESPERANTINA
RAFAEL RIZO LOZANO - ESPERANTINA
YAMISLEIDIS ZAYMARA LOPEZ CESPEDES - SAO MIGUEL DO TAPUIO
ARIANNA MALLEA GARCIA - COCAL
DAYAMI GARCIA ZALDIVAR - MORRO CABECA NO TEMPO
OLIVIA RODRIGUEZ GONZALEZ - BARRAS

Flash de Fábio Lima
Redação Carlos Lustosa Filho
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário