ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

sábado, 6 de maio de 2017

Operação "Escamoteamento": Áudio revela descaso com a saúde do município de Cocal

Novas revelações têm sido descobertas a cada momento das etapas da operação“Escamoteamento”, que investiga a formação de cartéis, desvio de dinheiro público, e formação de quadrilha nas cidades de Cocal, Buriti dos Lopes e Bom Principio e em cidades do Ceará e Maranhão.
a
Prefeitura de Cocal (Foto: Divulgação)
As investigações conduzidas pelo grupo de Atuação Especial de combate ao Crime Organizado (GAECO) já revelaram que mais de 62 empresas atuavam de fachada em prefeituras piauienses.
Foto: Divulgação PRF
De acordo com os investigadores as empresas envolvidas no esquema teriam sido responsáveis pelo rombo de R$ 200 milhões aos cofres públicos. Novos áudios divulgados pelas investigações revelaram a situação difícil vivenciada na saúde pública do munícipio de Cocal.
O diálogo acontece entre uma servidora pública e o secretário de Saúde de Cocal, Jefse Vinnute. No áudio a servidora pública relata a falta de enfermeiros e médicos para o Secretário de Saúde e em consequência disso uma mulher veio a óbito.
- Servidora: Eu estou com problema aqui estou sem enfermeiro no plantão e amanhã vai ficar sem médico como é que eu faço?
- Secretário Jefse Vinutte: Quem é o médico de amanhã?
- Servidora: Não é ninguém que a escala está em aberto…e está sem enfermeiro e acabou de falecer uma senhora.
- Secretário Jefse Vinutte: E ela faleceu de quê?
- Servidora: Ela já era uma senhora idosa e aconteceu alguma coisa…
- Secretário Jefse Vinutte: E os técnicos não seguram as pontas não?

****
Continua o diálogo da servidora com o secretário de saúde, alegando que seria o jeito segurar as pontas. A polícia e o Ministério público continuam investigando a fraude que teria provocado o prejuízo.
“Essa questão de contratos públicos de que são realizados por meio de poderes com empresas eles são primeiramente verificados as regularidades juntas ao TCE e constatado algum tipo de regularidade junto ao TCE encaminha essas informações ao MP e a Polícia e com isso é feito toda uma análise investigativa e criminal e com isso é feito um inquérito e esses inquéritos geram investigações policiais”, concluiu o Delegado Geral da Polícia Civil Riedel Batista. 

Leia mais:
 Prefeitura de Cocal na mira da polícia em relação a fraudes em licitações

Fonte: Redação 
Publicado por: Victor Nery http://clubesat.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário