ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

domingo, 28 de julho de 2013

Falta de anestesista na Maternidade de Piracuruca causa morte de bebê


No último sábado, 20 de julho, a senhora MJDS, 41 anos, deu entrada na São Raimundo Maternidade Municipal de Piracuruca com contrações indicando o final da gestação. Informações dão conta que, ao examinarem a paciente, concluiu-se que a criança estava bem, e que deveria-se aguardar a evolução do parto. A dilatação não evoluiu e o médico atestou que deveria realizar Parto Cesárea.
Como não havia anestesista no plantão do dia, no início da noite a gestante foi transferida para a maternidade da vizinha cidade de Piripiri. Quando o bebê foi retirado da barriga da mãe já estava sem vida. Há a versão de que houve negligencia por parte da maternidade de Piripiri, mas o fato concreto até o momento é que se houvesse anestesista na maternidade de Piracuruca não teria sido necessária a fatídica transferência.
Por ironia do destino, na sessão plenária da Câmara Municipal de Piracuruca desta terça, 23 de julho, os vereadores da base do Prefeito rejeitaram emenda dos vereadores de oposição que incluía o cargo de médico anestesista no projeto enviado pelo prefeito para regulamentar as vagas do concurso que está previsto para o mês que vem.
A senhora M.J.D.S., que reside no bairro Guarani, está inconsolável, e a sua família está revoltada com os acontecimentos. Não se sabe até o momento quem era o anestesista responsável pelo plantão, nem o motivo da ausência.
Neste ano de 2013 a maternidade de Piracuruca bateu seu recorde de mortalidade infantil ao mês, atingindo quatro óbitos no mês de março. Uma dessas “mães de março”, moradora do bairro Esplanada, levou o caso ao Ministério Público por suspeita de negligência. Segundo a mãe, um Exame de Ultrassonografia realizado na clínica de especialidades da prefeitura (CEMEPI), teria provocado um cálculo equivocado na data prevista para o parto. A criança nasceu com complicações, mas foi transferida para a capital apenas após três dias de nascida, vindo a falecer poucos dias depois na UTI do CIANCA, no bairro Dirceu Arcoverde.
PORTALIRMAOSDANTAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário