ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Prefeito de São João da Fronteira contrata empresa do Ceará por R$ 2 milhões sem licitação


PORTAL VIAGORA
Atualizada em 16/04/2013 - 20h57
O prefeito da cidade de São João da Fronteira, Valdifrâncis Mendes Escórcio de Brito, contratou sem licitação a empresa cearense CONSTRURAPIDO LTDA por R$ 2.045.291,09 (dois milhões quarenta e cinco mil e duzentos e noventa e um reais e nove centavos) para realizar o trabalho de implantação e melhoria do sistema de abastecimento de água no município de São João da Fronteira.

Os recursos para execução do serviço são oriundos do convêncio de nº 0392/2012 do PAC 2 feito entre a prefeitura e a FUNASA. O contrato foi assinado no dia 31 de janeiro de 2013 e o prazo para execução do serviço é até o dia 31 de julho.

Outro lado

Procurado pelo Viagora, o prefeito de São João da Fronteira revelou que a urgência na contratação da empresa cearense se deve pelo fato de que o abastecimento de água do município ainda ser ineficiente. "Na cidade a distribuição de água é feita por poço tubular. Nós não temos como fazer [a distribuição] de outra forma. Complica ainda mais porque falta muita energia e nao tem como puxar as bombas. Por isso, contratamos a empresa para fazer a adutora", disse.

Perguntado sobre a contratação sem licitação ter envolvido a empresa CONTRURAPIDO LTDA de Tianguá (CE), há pouco mais de 40 quilômetros do município piauiense, o prefeito não soube responder.
Imagem: ReproduçãoValdifrâncis Mendes(Imagem:Reprodução)Valdifrâncis Mendes

"Pra mim fica difícil saber dessas informações. É melhor entrar em contato direto com a empresa", disse Valdifrâncis.

Sobre a especialidade da empresa contratada, que é de construção de edifícios, o gestor revelou que também não sabia.

"Não sabia disso não. Quando entrei pra participar da contratação eu só queria saber se a empresa tinha o maquinário pesado, para fazer a adutora. Quem tem que resolver essas informações é a empresa mesmo", finalizou.
GP1

Nenhum comentário:

Postar um comentário