ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

CÂMARA FEDERAL QUER ABRIR CPI CONTRA INSTITUTOS DE PESQUISAS

BRASÍLIA (DF) - Os deputados federais Silas Freire (PR-PI) e Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO) estão colhendo assinaturas naCâmara dos Deputados para instalação da CPI das Pesquisas Eleitorais. No Piauí, inicialmente, dois institutos de pesquisa de opinião pública serão investigados, caso a CPI seja criada. Os institutos são: BrVox Instituto de Pesquisa e Instituto Jales. Os dois institutos prestaram serviços para o Portal 180Graus, de propriedade do empresário Hélder Eugênio. 
Com um percentual completamente furado, o Instituto Jales foi o que apontou a vitória do prefeito Edilson Sérvulo nas eleições deste mês. O Amostragem foi o que acertou o resultado do pleito com a percentagem idêntica.
A intenção da CPI das Pesquisas Eleitorais é investigar o trabalho realizado por vários institutos de pesquisas no Brasil durante as eleições municipais de outubro. Em todo o País o número de reclamações de políticos com resultados das pesquisas eleitorais feitas e divulgadas foi muito grande.

O deputado Silas Freire informou que no Piauí há casos de empresas que realizaram pesquisas eleitorais que cobravam valores irrisórios, bem distante dos preços reais cobrados por institutos de pesquisas de opinião pública considerados sérios e de credibilidade. O deputado federal piauiense do PR citou como exemplo o valor que foi cobrado, por uma empresa piauiense, de 800 reais para fazer um pesquisa de opinião pública no município de Corrente.
Silas Freire informou que, caso a CPI das Pesquisas Eleitorais seja aprovada pelos deputados federais, o Instituto de Pesquisa Jales e o BrVox – Instituto de Pesquisa serão, inicialmente, os primeiros a serem investigados.

Fonte: Parlamento Piauí/http://www.portaldeolho.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário